2know: Spirulina

Muitas vezes denominada de alga ou microalga, a Spirulina é, na realidade, uma cianobactéria de cor azul-esverdeada. O seu nome, um pouco estranho, deve-se à sua forma em espiral.

A Spirulina apresenta um elevado valor nutricional: no que diz respeito aos macronutrientes, é constituída essencialmente por proteína (cerca de 60-70%) e apresenta um alto teor de aminoácidos essenciais. Além disso, apresenta boa digestibilidade, sendo considerada uma boa fonte de proteína de origem vegetal.

Também é uma boa fonte de beta-caroteno, ferro, cálcio e fósforo e apresenta um elevado teor de vitamina B12.

Benefícios:

  • Propriedades Antioxidantes e Anti-inflamatórias
  • Reforço do sistema imunitário e neutralização dos radicais livres, devido à presença de antioxidantes naturais como a vitamina Ce a vitamina E;
  • Rica em ácido gama-linolénico (GLA), importante para o funcionamento do cérebro e para a regulação do metabolismo;
  • Pelo seu teor proteico, poderá ser uma aliada no controlo do apetite e na manutenção da sensação de saciedade;
  • Prevenção de doenças cardiovasculares – regulação do colesterol e da tensão arterial

Como consumir? 

A spirulina tem um sabor vincado e bastante característico. Pode ser encontrada na forma de suplemento (cápsula, comprimido…) ou na forma de pó, podendo ser adicionada, por exemplo, a batidos, iogurtes, sopas ou saladas. Para não perder o seu valor nutricional deve ser consumida em cru (evitar adicionar a bebidas/pratos quentes).

 

Resumindo, apesar dos seus benefícios, não deve ser considerado um “superalimento” uma vez que nenhum alimento nos confere todos os nutrientes que necessitamos, e muito menos é “milagroso”. O importante é sempre manter um estilo de vida saudável e uma alimentação completa, equilibrada e variada!

 

 

@anacorreia.nutricionista  

Sale

Unavailable

Sold Out