Duelo: Feijão vs. Grão-de-bico

O Feijão apresenta bastantes benefícios nutricionais, rico em proteína de origem vegetal, fibra e hidratos de carbono de absorção lenta. 

É uma boa fonte de vitaminas, minerais e antioxidantes, como ácido fólico, vitaminas do complexo B, ferro, zinco, cálcio, flavonoides e compostos fenólicos.

Para que as suas proteínas sejam devidamente absorvidas pelo organismo é preciso que sejam combinadas com determinados cereais, como o arroz, por exemplo.

 

Feijão*

Grão-de-Bico

Calorias

100

110

Gordura

0,5

2

Hidratos de Carbono

12

14

Proteína

7

6

Fibra

5

7

*média de vários tipos de feijão

O grão-de-bico à semelhança do feijão, também é rico em proteína de origem vegetal, fibras e hidratos de carbono de absorção lenta.

É rico em vitaminas do complexo B, particularmente o ácido fólico, minerais como ferro, magnésio, potássio, zinco e cobre, assim como de antioxidantes, especialmente carotenoides, luteína, xantinas e licopenas que quando consumidos de forma regular ajudam combater o processo de envelhecimento celular.

Como os dois pertencem à família das leguminosas, as suas caraterísticas são muito semelhantes, não havendo diferenças significativas entre eles, quer na composição nutricional, quer em termos calóricos.

Por isso é um empate, são ambos excelentes alimentos e que devem ser ingeridos diariamente para uma alimentação saudável e equilibrada.

É ainda importante referir que para se ter o melhor aproveitamento de todos este benefícios nutricionais, as leguminosas devem ser colocadas de molho no mínimo 12horas (com mudança de águas) e com uma pedaço de gengibre ou alga kombu, desde modo a sua absorção e digestão vai ser muito mais fácil.

 

 

@sarafrazaonutricionista

 

Sale

Unavailable

Sold Out