Kombucha - O que é e os seus benefícios

Nos últimos anos, os alimentos fermentados como o kefir, kombucha, chucrute, tempeh, miso, kimchi sofreram um aumento na sua popularidade, principalmente devido aos potenciais benefícios para a saúde, tipicamente relacionados com a saúde intestinal e proteção do sistema imunitário.

Mas será que conhecem verdadeiramente estas bebidas?

Apesar desta nova tendência, a fermentação é um dos métodos mais antigos utilizados na preservação e conservação de alimentos, evitando o desenvolvimento de bactérias nefastas.

Alimentos e bebidas tão simples como o pão, vinho, cerveja, iogurte, chocolate e vinagre passam todos por um processo de fermentação durante a sua produção.

Mas hoje o post é dedicado ao KOMBUCHA, à sua composição e efeitos sobre a saúde!

 


O que é?

O kombucha é uma bebida fermentada, de origem chinesa que já conta com mais de 2000 anos de história. Conhecida pelas suas propriedades medicinais, o kombucha é feito a partir da fermentação de chá preto ou verde açucarado por uma simbiose de bactérias acéticas e leveduras, conhecida como SCOBY, que em inglês significa Symbiotic Colony Of Bacteria and Yeast.

Nota: sim, é preciso que haja açúcar para que o processo de fermentação decorra.

Deste processo de fermentação, resulta uma bebida ligeiramente gaseificada e de sabor agridoce e avinagrado, composta por alguns probióticos, como bactérias acéticas, polifenóis presentes no chá, açúcares, ácidos orgânicos, etanol (resíduos), vitaminas hidrossolúveis e uma variedade de fitonutrientes produzidos durante a fermentação.

Os produtos resultantes desta fermentação são estes os responsáveis pelos efeitos relatados na saúde, nomeadamente:

  • Ação probiótica: Um dos produtos da fermentação da Kombucha são bactérias probióticas, microorganismos vivos presentes em algumas bebidas fermentadas como os iogurtes e que em concentrações específicas regulam o bom funcionamento intestinal e digestão;
  • Ação antimicrobiana: O ácido láctico tem uma ação de proteção contra bactérias patogénicas
  • Ação antioxidante e anti-inflamatória: Sendo produzido a partir do chá, o kombucha é rico em antioxidantes, vitamina C e polifenóis, essenciais no combate a algumas patologias do sistema imunitário, diabetes, neoplasias, e ainda no anti envelhecimento

Nota: Os benefícios demonstrados foram realizados em estudos in vitro com modelos animais. Não há ensaios clínicos (ECR) até à data publicados que estudem estes efeitos em humanos para comprovar ou negar com certeza qualquer efeito, principalmente na microbiota intestinal. Mais estudos serão necessários!


No entanto, os estudos são promissores e podemos dizer que os alimentos fermentados, em geral, podem contribuir para a saúde da flora intestinal, e uma melhor digestão.


A composição microbiana e metabólica do kombucha, e consequentemente a sua qualidade varia de acordo:

  • Composição exata do SCOBY (tipo e quantidade de cultura)
  • Tipo e a concentração de chá e açúcar
  • Ambiente externo e suas concentrações de oxigénio
  • Tempo de fermentação, temperatura e a duração de armazenamento

O ideal é sempre escolhermos o kombucha produzido por empresas de confiança para evitar riscos de contaminação e ler sempre a lista de ingredientes, optando pelo mais naturais.

Em Portugal a Captain Kombucha afirma-se cada vez mais como líder.  Tem as versões aromatizadas, para promover uma melhor palatabilidade ao consumidor.

Existe a possibilidade de produzir o próprio kombucha em casa. Porém, exige certos cuidados para que o aglomerado de bactérias, chamado biofilme, não se estrague e que não seja contaminado.
Doses, quantidades e recomendações devem passar sempre pelo aconselhamento do seu médico ou nutricionista!

 

Podes comprar aqui.

 

@susanabarros_nutri

Sale

Unavailable

Sold Out