Trigo Sarraceno - O que é e os seus benefícios

O trigo sarraceno, também chamado de trigo-mourisco, é um pseudocereal (como a quinoa e o amaranto), pois partilha muitas propriedades semelhantes aos demais cereais e é confecionado de igual forma.

Apesar de ser chamado de trigo, nada tem a ver com o trigo, cereal. Aliás, o trigo sarraceno nem sequer é um cereal, mas sim uma semente, com uma forma muito original em pirâmide

A sua crescente popularidade nos últimos tempos, pelo boom da informação nutricional, levou a uma maior consciência da importância desta semente, pelo que o seu consumo na Europa a América do Norte tem vindo a crescer de forma significativa. Também o crescente número de adeptos de regimes alimentares vegetarianos tem contribuído para essa situação.

Vantagens Nutricionais

O trigo sarraceno, constituído essencialmente por hidratos de carbono, proteína de elevada qualidade, fibra, e outros nutrientes essenciais, faz dele uma excelente opção nos nossos pratos:

  • Fonte natural de proteína Contém todos os aminoácidos essenciais e, por isso, a sua proteína é considerada de alto valor biológico, sendo apto para uma alimentação vegetariana

  • Rico em triptófano - aminoácido essencial para a produção de serotonina, uma hormona responsável do nosso humor e no controlo de sintomas como depressão e ansiedade. Além disso, o triptófano melhora os sintomas pré-menstruais e na menopausa

  • Fonte de hidratos de carbono complexos - Produção de energia, redução do cansaço e controlo da glicemia

  • Fonte de fibra - regula o transito intestinal e aumenta a saciedade

  • Rico em vitaminas - nomeadamente vitaminas do complexo B e ácido fólico

  • Rico em mineraisnomeadamente o magnésio, cobre zinco, fósforo manganês e ferro

  • Fonte de antioxidantes - taninos, catequinas e rutina, por exemplo

  • Isento de glúten - excelente opção para os doentes celíacos e pessoas com sensibilidade ao glúten

 

 

O seu perfil nutricional torna-o assim um aliado na regulação de uma boa função intestinal, na redução da fadiga, no controlo do peso, da glicemia, na manutenção das defesas do organismo e na prevenção de doenças como a diabetes, doenças cardiovasculares ou doenças digestivas. Para além disto, como não possui glúten é adequado para pessoas com intolerância ao glúten ou doença celíaca.

 

Utilização

O trigo sarraceno é particularmente versátil, existindo múltiplas formas de o incorporar no seu dia-a-dia alimentar.

Pode ser consumido na forma original em pequenos grãos, ou reduzi-lo a farinha. Quando reduzido a farinha, é uma excelente opção para papas e panquecas ou na confeção de bolos e pães.

Na sua forma original, pode consumi-lo crú como topping crocante das suas saladas, sopas, smoothies, iogurtes ou fruta, ou então cozinhado, como acompanhamento dos seus pratos principais.

A forma de confecionar é semelhante à do arroz ou da quinoa (colocá-lo numa panela tapada com o dobro da água e um pouco de sal e deixar ferver durante 10 minutos em lume brando).

Sugestão

Tal como acontece na quinoa, antes de o cozinhar, é aconselhado demolhá-lo e 3 a 6 horas para remover os fitatos que impedem a absorção de alguns nutrientes. Assim, é possível usufruir de todos os nutrientes biodisponíveis.

 

Podes comprar aqui.

 

@susanabarros_nutri

 

Sale

Unavailable

Sold Out